Pular para o conteúdo principal

Postagens

Colle Petrito Aglianico

COLLE PETRITO, Aglianico IGP

País/ Região: Itália / Puglia.
Produtor: Cantine Colle Petrito.
Castas:Aglianico. "Alhiânico" e também é conhecida como Ellenico. Demanda bastante sol para amadurecer, ou seja, é uma das últimas uvas a ser colhida. Muitos especialistas consideram-na a melhor uva do sul da Itália e uma das 3 melhores do país ao lado da Nebbiolo e Sangiovese. Os vinhos produzidos com esta casta são carinhosamente apelidados de "Barolos do Sul".
Envelhecimento: Cerca de 8 meses em barricas de carvalho francês.
Cor: Rubi intenso com toques granadas
Aroma: Muito interessante, com boas notas de cereja, figo, alcaçuz e ervas balsâmicas. O retrogosto de chocolate é levemente apimentado e fácil de ser percebido.
Paladar: Taninos firmes e elegantes, boa estrutura e acidez, com muita personalidade e força, um vinho sedutor com um final persistente.
Harmonização: Combina perfeitamente com carne vermelha assada no forno com ervas aromáticas.
Volume: 750ml
Teor Alcoólico:14%
Postagens recentes

Colle Petrito Primitivo

A Apúlia como é chamada em português, é a região no sul da Itália que forma o “calcanhar” da bota no mapa e apesar de ser mundialmente famosa pela suas belíssimas costas Jônica e Adriática, possuí campos agrícolas centenários, dos quais boa parte produzem azeite e vinhos, sobre um clima quente, seco e de solo de origem vulcânica.
No geral seus vinhos são bem encorpados, macios e muito frutados, características que agradaram muito ao paladar dos brasileiros sendo que já ouvi de muitos clientes que vinhos feitos da uva Primitivo foram os melhores que já tomaram na vida.
COLLE PETRITO, PRIMITIVO IGP A uva Primitivo recebeu esse nome devido ao amadurecimento precoce das suas vinhas. Após décadas de debate, uma pesquisa genética confirmou que esta uva italiana é mesma uva Zinfandel, da Califórnia.


País/ Região: Itália / Puglia.
Produtor: Cantine Colle Petrito.
Castas:Primitivo.
Envelhecimento: Em tanques da aço Inox.
Cor: Rubi intenso com tons violáceos.
Aroma: Muito frutado, com notas intensas de…

Principais Uvas Viníferas - Brancas

Principais uvas viníferas – Brancas

O baixo consumo de vinhos brancos em um país de clima, quase que totalmente, tropical intriga os produtores estrangeiros, uma vez que estes estão habituados a apreciarem caldos dourados e esverdeados, durante os dias mais quentes em seus países. Nossa atual aversão a esse tipo de vinho remonta à década de 80 quando vinhos brancos alemães, de qualidade duvidosa, comercializados nas famosas garrafas azuis, dominavam o mercado de vinhos, deixando como herança a imagem de que vinho bom é somente o vinho tinto.
A verdade é que, atualmente no Brasil, existem inúmeras opções disponíveis, nas mais variadas faixas de preço, de vinhos brancos de excepcional qualidade. Seus estilos também podem variar, desde brancos doces e licorosos até secos e muito encorpados, passando por vinhos frescos e alegres, que combinam perfeitamente com a personalidade do povo brasileiro, ao contrário dos sérios e introspectivos tintos, em sua maioria.
Abaixo listo as principais uvas …

Principais Uvas Viníferas - Tintas Parte 2

Principais uvas viníferas – Tintas Parte 2

Continuando a série sobre as principais uvas viníferas disponíveis no mercado brasileiro, abaixo listo mais algumas variedades de grande importância.
A Tempranillo é a uva de maior destaque na Espanha. É conhecida, também, como Ull de Llebre ou Tinta del Pais naquele país e Aragonês ou Tinta Roriz em Portugal. Por conta de sua menor intensidade aromática, normalmente é misturada com outras uvas ou passa por um estágio longo em barricas de carvalho a fim de ganhar complexidade aromática e maciez de seus taninos, tendo este estilo ficado muito famoso com os vinhos produzidos na região espanhola da Rioja. Já os vinhos produzidos na Região de Ribeira del Duero, tem um estilo mais jovem e frutado onde produz vinhos premiadíssimos. Em Portugal a Tinta Roriz é utilizada em larga escala nos blends de vinhos do Porto.
Enquanto França é chamada de Grenache, na Espanha seu nome mais comum é Garnacha e apesar de não ser tão famosa quanto outras uvas é uma d…

A.Mare Primitivo Puglia IGP

A.MARE PRIMITIVO PUGLIA IGP
País/ Região: Itália / Puglia.
Produtor: Dai Terra Rossa.
Castas: 100% Primitivo.
Envelhecimento: 5 meses em tanques de aço inox.
Cor: Rubi intenso com reflexos violáceos.
Aroma: Frutas vermelhas e pretas maduras, como ameixas, framboesas e cerejas, notas de especiarias e toques de baunilha e chocolate.
Paladar: Médio corpo, com taninos maduros e final equilibrado.
Harmonização: Carnes vermelhas grelhadas e assadas com molhos leves, massas com molhos vermelhos, carnes de caça, preparações a base de cogumelos, queijos maduros e embutidos.
Volume: 750ml
Teor Alcoólico: 13%

Quinta da Alorna, Portas do Sol Tinto

PORTAS DO SOL TINTO
País/ Região: Portugal / Tejo.
Produtor: Quinta da Alorna.
Castas: Trincadeira, Tinta Miúda, e Castelão.
Envelhecimento: Não ocorre.
Cor: Vermelho rubi intenso.
Aroma: Seus aromas remetem a frutas vermelhas maduras e leves toques balsâmicos.
Paladar: Tinto fresco, frutado e jovem em um estilo agradável, gastronômico e fácil de beber. Tem taninos de boa textura, ótima acidez e final médio.
Harmonização: Perfeito com carnes brancas e queijos de massa mole suaves.
Volume: 750ml
Teor Alcoólico: 13%

Principais Uvas Viníferas - Tintas Parte 1

Principais uvas viníferas – Tintas Parte 1
Apesar de toda a manipulação humana e a influência do terroir o componente fundamental de um bom vinho é a qualidade da uva que lhe dá origem. Cientistas afirmam que existem cerca de 7000 variedades uvas viníferas mais apenas uma fração destas produzem vinhos comercialmente.
Cada micro região em que uma variedade é cultivada, lhe confere características diferentes, entretanto seus principais atributos são mantidos e os conhecendo bem é possível saber o que esperar de um vinho somente pela uva com que foi concebido, mas vale lembrar que o processo de produção e envelhecimento pode alterar o resultado final.
Abaixo listo as variedades mais comuns, encontradas no mercado brasileiro:
Considerada por muitos autores como a “rainha das uvas tintas”, a Cabernet Sauvignon, não é a uva vinífera mais plantada, em quantidade no mundo, _ a branca Airén detêm esse posto _ entretanto, é a mais difundida, estando presente em praticamente todos os países produto…